Degustar vs Tomar um bom vinho

Degustar ou beber um vinho?
Na minha vida tem espaço para as duas coisas.
Têm vezes que eu só degusto, tem vezes que eu só bebo e têm vezes que faço as duas coisas.
Como divido essas definições?

Degustar é quando eu estou com pessoas do mundo do vinho e nos encontramos (atualmente de
forma virtual) para provar rótulos novos, clássicos ou de safras diferentes. Nestas ocasiões, eu estou 100% focada no que está na minha taça.

Beber vinho pra mim é estar com amigos com uma taça na mão. Nesses momentos, quando alguém me pergunta o que eu achei do vinho, preciso dar mais um gole focada, pois, de verdade, estou bebendo sem prestar atenção.


Degustação on-line com vinhos da Pizzato

Sabe que estou muito cansada dessa nova realidade, não aguento mais esse distanciamento social. Neste cenário atual, as Confrarias de terça têm sido uma injeção de ânimo na minha vida. 




Vinyes Ocults na Confraria de Terça.

Um post por dia?
Opa... parece que tem alguém ressurgindo das cinzas.
Acho que a quarentena me deu ânimo pra voltar a escrever. São tantas coisas que nos puxam pra baixo nesta nova realidade, que tomar vinho e escrever sobre isso parece ser o que me restou de hobby.
Sempre amei estar com amigos e isso que me alimentava. Agora confesso que os meus finais de semana ficaram mais pesados sem a presença deles. 
Enfim, a Confraria de Terça on-line segue de vento em popa.


O início da Confraria de terça - Encontros Virtuais

O ano de 2020 começou bem, voltei do Reveillon super empolgada em fazer novos perfis, novos projetos, com os preparativos para o carnaval e... veio o Covid-19 e acabou o ano. 
Sim, de várias formas pra mim o ano acabou ali.
Todos os eventos que eu tinha agendado para fotografar foram cancelados e me vi enfiada dentro de casa como o resto do mundo.


Marquês de Riscal 2010 - Puro amor

Em 2014 eu fui pra Espanha, uma viagem maravilhosa que jamais vou esquecer.
Confesso que lá bebi vinhos todos os dias, até porque não podia ser diferente, né!?
Mas na mala, eu trouxe muito pouco. Não gosto de viajar com bagagem então tive que selecionar muito bem as garrafas que traria.

Storia 2005

Provei o Storia 2005 a primeira vez em 2013, numa degustação de Merlot no Spa do Vinho em Bento Gonçalves. Foram 9 rótulos, entre eles grandes produtores do mundo. Lembro perfeitamente da maciez do vinho e de ouvir especialistas falarem que ele iria longe, com uma expectativa de 10 à 15 anos, a partir da safra. 
Pois bem, passaram 7 anos desde então e os tais 15 anos da safra finalmente chegaram.


Cave Geisse Blanc de Noir e Blanc de Blanc

Qual a melhor época para confraternizar com amigos? 
Resposta certa: o ano todo.

Estar com amigos é escolher rótulos diferentes, rótulos festivos, rótulos que amamos de verdade. 
Por isso, resolvi escrever sobre estes espumantes que são pura VIDA, pura PAZ, pura ENERGIA, espumantes nacional que eu desejo que façam parte dos outros muitos momentos felizes que eu ainda tenho pela frente.
Os Cave Geisse "Blanc de Blanc" e "Blanc de Noir", de Pinto Bandeira.