Champagne Taittinger: sempre um carinho

Oi, lembram de mim? Eu costumava escrever sobre vinhos.
Brincadeiras a parte, vou tentar me policiar para escrever mais seguido aqui no Château. Prometo! A vida está muito corrida, mas não é desculpa para eu não escrever sobre os rótulos que mais me chamarem atenção.

Então vamos começar com uma frase que já falei aqui outras vezes, mas que sempre é bom reforçar:
"Todo Champagne é um espumante, mas nem todo espumante é Champagne".

Champagne são apenas os espumantes feitos através do método tradicional na região de Champagne - na França.



Este mês, degustei o Taittinger Brut Reserve - de uma das vinícolas mais conhecidas e respeitadas da França - mas abrimos uma garrafa de uma edição especial, feita para a Copa do Mundo. É, eu sei que a Copa já passou, mas como o Brasil não foi o campeão, acabamos não abrindo naquela ocasião.

Vamos às considerações, estilo ficha técnica: um espumante brilhante com um perlage super fino e elegante. Aromas de pêssego, damasco, muita presença de fermento e notas de flores brancas, exatamente o que se espera de um Champagne dessa categoria. Na boca... bom, eu poderia usar infinitos termos para descreve-lo, mas escolhi um: SINGULAR. Refrescante, cremoso, com um volume de boca incrível.

Para harmonizar, o cardápio foi Couscous Marroquino com bacalhau e legumes.

Eu não queria ser milionária, nem ter um dinheiro incontável, como tantas pessoas almejam, mas eu queria ter dinheiro o suficiente para que Champagnes como este fizessem parte na minha vida com mais frequência.

Mas enfim, o importante é ser feliz! Quando é possível, brindamos com Champagne, quando não é, brindamos com outros espumantes. Simples assim!
Santé!

Vinho Laranja

As palavras da moda hoje em dia são: sem Glúten, sem lactose, gratidão, orgânico, energia...
Pois bem, no quesito vinhos, tem uma série de regras que uma vinícola precisa seguir para ganhar o selo de orgânico, mas não é este o foco deste post. Meu objetivo hoje é falar sobre um estilo de produção: os vinhos laranjas.


Cave Geisse e Casa Perini no meu aniversário!

Sim, já estamos em outubro e só agora eu resolvi escrever sobre o meu aniversário. Na verdade, não foi por falta de vontade, e sim por falta de tempo. Correria de uma rotina enlouquecedora de quem vive querendo abraçar o mundo. 

Bodega - La Causa

Faz um tempo que não escrevo sobre uma vinícola específica. Há umas semana eu fui a um almoço da Bodega La Causa.


Enólogo, Cristian Carrasco

Zuccardi Q Cabernet Sauvignon

Hoje é dia de escrever sobre a vontade de vencer na vida. 
Às vezes estamos tão acomodados na rotina que, mesmo não estando felizes, não fazemos nada para mudar. Mas existem muitas pessoas que têm essa coragem. Esta semana, falando com uma amiga de Porto Alegre, percebi o quanto a atitude está relacionada à característica de pessoas fortes. 

Vinea Cartuxa

A vida está ai, os episódios que vamos contar no futuro estão acontecendo hoje. Cabe a nós fazer com que eles nos levem a um final feliz. 
Estava pensando que fazia um tempo que não escrevia. Hoje decidi parar tudo e escrever para registrar que nem tudo são flores. Estamos fazendo obra aqui no condomínio. O cara bate lá em baixo e retumba na minha cabeça aqui no 6º andar. É inacreditável, parece que quanto mais eu preciso me concentrar, mais eles fazem barulho. Isso só vem provar o que eu sempre falo, que a lei de Murph é uma das coisas mais certas nessa vida. 
Para deixar de lado minha irritação e tentar preservar minha sanidade, resolvi beber um vinho.

Chablis Les Marouettes

Sabe aqueles dias que a gente acorda já com a certeza que só vai ter alegrias? É assim quando encontro os meus amigos. Amo estar com pessoas do bem, com pessoas que me trazem coisas boas. Por isso sempre tento levar um vinho incrível para brindar com essas pessoas.