Vinhos para te aquecer no inverno!

A gente vive dizendo que o inverno é perfeito para tomar um bom vinho. Pois bem, eu até concordo, mas ainda acho que vinho é bom em qualquer estação do ano, o importante é saber escolhê-lo.
O calor pede vinhos mais leves e refrescantes já o frio exige um vinho que nos aqueça, intenso e marcante.


Por isso resolvi ajudá-lo a escolher os vinhos para sua adega neste inverno, mas se você não puder comprá-los, seja por não ter acesso, seja por causa do investimento, procure vinhos com as mesmas características que estejam ao seu alcance, o importante é se esquentar neste inverno.
Selecionei vinhos para todos os gostos, cardápios e bolsos. Tem vinho para tomar em jantares com amigos, vinhos para tomar em um dia especial e vinhos para tomar "vendo a novela". Basta escolher o que mais se encaixa ao que você procura.


O Chianti reserva Da Vinci 2009 está super redondo. Aromas perfeitos, sua intensidade é tão equilibrada que agradaria pessoas com várias preferencias. Eu o teria em casa para aquele dia em que recebemos uma notícia boa e que seria um desperdício não comemorar. Harmonizaria bem com uma massa com molho de funghi.


O Domaine de Chantegut - Vacqueyras 2007 é um vinho encorpado, complexo e completo. Eu simplesmente fiquei encantada com a harmonia que ele causa na boca. Também é um vinho especial, para degustar com amigos especiais, num dia especial. Harmoniza bem com carne assada.


O M.O. de Olivara é um vinho Tempranillo do Toro, bem intenso. Com bastante fruta madura, um toque de especiarias e muito carisma. Se você faz aniversário no inverno, abra uma garrafa dessas no jantar, tenho certeza que será uma bela companhia para uma noite agradável de festa. Harmoniza bem com carne vermelha.


O Espino Chardonnay - grand reserava é um branco com mais corpo, que combina com o inverno. Sim, branco no inverno. Um vinho com aromas delicados de frutas e flores. Na boca uma acidez ideal, que harmoniza muito bem com um cardápio mais leve, como frutos do mar.


Claro, uma seleção feita por mim não poderia ficar sem um Pinot Noir. Então, sugiro um mais encorpado, com menos cara de Pinot, mas sem perder a delicadeza desta uva, que é a minha preferida.
O Pinot Rodford Dale Freedom 2010 é excelente. Bem encorpado - para um Pinot - com aromas clássicos e um sabor delicado e intenso ao mesmo tempo. Eu harmonizaria com aqueles momentos em que a comida é coadjuvante e só se faz presente para forrar o estômago mesmo, como uns simples canapés.

Agora, foi o que eu falei: busque estes ou outros vinhos com as mesmas características de corpo e tanino, assim, quando você tiver que sair da cama quentinha pela manhã, pense que trabalhar é necessário para comprar o vinho certo que alegrará as noites frias deste inverno.
Santé!

6 comentários:

  1. Só assim pra voltar das férias!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso ai... bem vinda de volta a vida real!! :)

      Excluir
  2. Boa escolha de vinhos! Já provei o Da Vinci Chianti em um restaurante no interior e adorei. Provei também o espanhol e o sul-africano na feira e gostei bastante.
    Beijos, Ale

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Ale... Temos que combinar de fazer algo com calma, sempre nos vemos tão rápido! Bjs

      Excluir
  3. São de muito bom gosto as suas indicações. Faltou algum encorpadão de Portugal,não!

    Sou fã incondicional de vinhos do Rhone, e este Vacqueyras ainda não degustei, onde posso encontrá-lo em São Paulo, e você lembra o seu preço?

    Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. http://loja.chezfrance.com.br/domaine-de-chantegut-la-magnaneraie-2007/p

      Segue o link... o vinho é da Chez France e custa R$99,00.
      Quanto a Portugal... tens razão, mas é que eu peguei todos os vinhos de um mesmo evento...

      Excluir